sábado, 23 de janeiro de 2010

Transição


Oi pessoal!

Faz algum tempo que alugamos o estúdio das Perdizes para cursos da Physio PIlates. Os cursos são variados: Híbrido (curso completo), Update (para quem fez a formação anterior ao Híbrido e quer completar o repertório), Workshops (Flymoon da Clara Trigo, Pilates para Crianças, da Mayra,Coluna Viva da Isabela etc) e o curso chamado Transição.

O que é o curso de Transição?
É um curso com uma carga horária reduzida, mas que passa por todo o repertório do Híbrido. Ele é oferecido para pessoas que fizeram outros cursos completos de Pilates e que já possuem experiência de ensino no Método vindo complementá-la e enriquecê-la.

Por que estou contando tudo isso?
Sexta feira tive a felicidade de organizar o primeiro Transição lá no estúdio. Organizar nesse caso significou, além de comprar material para coffee brake, verificar a chegada de apostilas, acertar o pessoal de apoio, como sempre faço, alugar a mídia (DVD, projetor, tela), pois este curso utiliza isso.

Como a sala é muito clara, a Georgia - professora deste curso e diretora técnica da Physio Pilates Educação (só isso!!!!!!), me perguntou se haveria condições trocarmos o projetor por uma TV pra melhorar a visualização do material.

E foi nesse ínterim de esperar a TV e tal, que tive a oportunidade (bem abelhuda!) de assistir a cerca de 20’do curso. Pessoal.. é show!!

Era um momento mais introdutório, uma degustação do que estava por vir naquela tarde e nos demais finais de semana. A primeira parte, período da manhã, foi dedicado à avaliação postural.

Ela chamou uma aluna e pediu que fizesse uma Shoulder Bridge e perguntou:
“Qual é a ênfase deste exercício?”
Várias respostas foram surgindo, ela foi estimulando, aceitando, transformando, enfim, fazendo todas PENSAREM sobre o exercício, até formarem uma frase, que seria pessoal, mas com um eixo, um centro igual: Exercício em supino de mobilização segmentar da coluna vertebral, associada a descarga de peso e alinhamento de MMII.

Depois: “Quais os erros principais?”
Fez isso novamente para mais dois exercícios: Side Bend (exercício de pré Pilates com estabilização de coluna e dissociação de MMII) e Chest Lift (mobilização coluna torácica associada a dissociação de MMSS com ativação do centro de foça) .
Em cada um deles fez as alunas pensarem, analisarem, estimulou sua compreensão do exercício, deu dicas de posicionamento do instrutor em função de que elementos estavam sendo observados e concluiu: quando sabemos o FOCO do exercício, os PRINCÍPIOS que o norteiam e quais os PRINCIPAIS ERROS que podem acompanhá-lo fica muito mais fácil escolhermos o que utilizar em função da NECESSIDADE DO ALUNO e muito mais fácil fazermos as CORREÇÕES NECESSÁRIAS para encaminhá-lo para uma melhor AQUISIÇÃO DE NOVOS PADRÕES DE MOVIMENTO.

E tudo isso aconteceu em 20’ !!!!!!!!

Percebo que o pessoal que acompanha este blog são professores que gostam de pensar movimento, que estão preocupados em melhorar a qualidade seu atendimento e ver a evolução de seus alunos. E é isso que tento fazer aqui: compartilhar minhas experiências para que pensemos movimento.
Pois bem, no curso, pensamos vivenciando o movimento e sob a orientação de educadores fantásticos.
Ou seja, estou sim recomendando que, quem tiver a oportunidade de investir em um curso desses, faça isso!

É um investimento com retorno 100% garantido!
É investir em segurança, em qualidade profissional.
Um estrada que podemos tomar sem medo de errar!

Para saber detalhes: http://www.physiopilates.com/educacao/formacao-basica/
Um beijo, Silvia.

2 comentários:

Cintia Marski disse...

Silvia!! Que bacana seu relato explicando os objetivos do transição, pois é justamente isso tudo que você comentou que a gente sempre procura, espera, busca, fica em dúvida, corre aqui no blog, rsrsrs....que show!
Aumentou mais ainda meu friozinho na barriga!
Obrigada!! Beijos

Silvia Gomes disse...

Você vai amar... beijos!

Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Mulher, mãe, professora de Ed. Física, instrutora de Pilates, uma apaixonada pelo movimento: o meu, o seu, o de todos nós, o de todas as coisas..