quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

"Eleve o ânus!"

Olá pessoal!
Que linda imagem não é?

Foi emprestada do livro "O Períneo Feminino e o Parto" da Blandine Calais. Na realidade meu trabalho de Pilates com Gestantes é bastante embasado no trabalho dela.

Essa imagem mostra o porquê do assoalho pélvico ser também denominado diafragma pélvico.
Dá para ver pela imagem como ele se "opõe" ao diafragma respiratório, inclusive na curvatura côncava.

Acredito que também mostre a importância que essa musculatura tem na sustentação dos órgãos, ainda mais durante a gestação com o sobrepeso. A fraqueza desta musculatura é a principal causa do prolapso uterino.

É importante que o assoalho seja convidado a participar das ativações do centro de força sempre que possível.

Em geral dentro dos meus mantras de ativação estão: deixe o ar entrar suavemente pelo nariz... enquanto expira amacie/relaxe o peito/esterno... afunile as costelas... estreite a pelve... imagine um cinturão de umbigos ao redor de toda a barriga e sugue todos eles pra dentro... eleve o ânus...

Noossaa!! Como assim? Elevar o ânus?

É isso mesmo. Afinal esse potente diafragma é composto por dois músculos: o levantador do ânus e o pubo-coccígeo.
Geralmente quando falamos e procuramos executar a ação de elevar o ânus sentimos imediatamente a ação do diafragma pélvico e sua potência como uma pressão na região. Simplesmente seu nome indica sua ação. Para que complicar?

Prática: agachamento com bola - experimentem encostar em uma bola na parede de forma que quando estiverem agachados respeitem os ângulos de 90º entre tronco/coxas/joelhos, pés. É nessa posição agachado que vocês vão encontrar o local correto para colocar os pés na posição inicial em pé; descer inspirando e, quando forem iniciar a subida expirem, elevem o ânus, suguem o centro e voltem a posição inicial estendendo as pernas.
Façam algumas vezes sem ativação do assoalho e outras com a ativação, elevando o ânus.
O trabalho de footwork na Reformer também é ótimo para iniciar a conscientização desta ativação.

Se gostarem da experiência, experimentem utilizar a expressão nas suas aulas. No começo é meio estranho de falar e ouvir, depois fica tão comum quanto "inspire".
É sério!!!

Experimentem e me contem. Beijos.
Minha foto
Sampa, SP, Brazil
Mulher, mãe, professora de Ed. Física, instrutora de Pilates, uma apaixonada pelo movimento: o meu, o seu, o de todos nós, o de todas as coisas..